Dispositivo é automotor e de controlo remoto


 

Uma equipa de investigadores japoneses anunciou ter desenvolvido uma cápsula endoscópica automotora e controlada à distância que pode “navegar” no tubo digestivo.

Os investigadores da Universidade Ryukoku e daFaculdade de Medicina de Osaka conseguiram, graças a esta cápsula com a forma de um girino e que se desloca sozinha, captar imagens do interior do estômago e do cólon de um ser humano.

 

Esta é “a primeira vez que um endoscópio se move de forma autónoma com sucesso do ânus para o cólon para captar imagens”, assegurou a equipa de investigação durante uma conferência internacional sobre doenças digestivas em Chicago, nos Estados Unidos da América.

Este pequeno instrumento, denominado “Sirène”, mede um centímetro de diâmetro e 4,5 centímetros de cumprimento e tem uma espécie de pequena barbatana traseira que permite um controlo preciso da sua direcção e localização.

 

Os médicos utilizam um dispositivo tipo “joystick” para orientar os movimentos da cápsula, enquanto visionam a sua posição num ecrã.

Este endoscópio pode ser ingerido para um exame ao estômago ou inserido por via rectal para examinar o cólon.

Mala que carrega o telemóvel


Pequenos painéis parecem lantejoulas
Uma mala capaz de carregar o telemóvel é um acessório que, certamente, poderá ser útil a grande parte da população. A pensar nisto, um estúdio de design dinamarquês – DIFFUS–  desenhou uma  ‘Mala de Mão Solar’ (Solar Handbag), tendo como objectivo aliar o design à funcionalidade.

O acessório contém células fotovoltaicas no seu exterior e uma bateria e fibras ópticas no interior. A bateria pode ser utilizada para carregar o telemóvel e também para alimentar as fibras ópticas que são activadas quando a mala é aberta.

De forma a tornar a mala mais atractiva, ao invés de colocar um grande painel solar fixo no exterior da mala, a equipa de designers distribuiu uma centena de pequenas células solares de silício microcristalino que se parecem com grandes lantejoulas. No interior da mala encontra-se uma bateria de lítio escondida num pequeno compartimento.

De acordo com a equipa, embora o equipamento tenha uma eficiência energética de apenas nove por cento, produz energia suficiente para carregar um telemóvel, mesmo com uma exposição solar baixa.

No entanto, a bateria da mala tem outras funcionalidades. O facto de alimentar as fibras ópticas, que são activadas quando a mala é aberta, permite que o interior fique iluminado, o que torna mais fácil a procura de objectos.

O objecto é apresentado como uma “mala de luxo”. Contudo, até agora, a empresa não anunciou detalhes sobre o seu preço e disponibilidade no mercado.

Use as tatuagens de alta tecnologia!


Dispositivo mede ritmo cardíaco, ondas cerebrais e actividade muscular (foto:John A Rogers)

Engenheiros da Universidade de Illinois (UI), EUA, criaram um dispositivo que eleva as tatuagens a um outro patamar.

Trata-se de uma espécie de penso super fino que é aplicado na pele com a facilidade, flexibilidade e conforto de uma tatuagem temporária, mas que pode medir o ritmo cardíaco, as ondas cerebrais, a actividade muscular ou outros sinais vitais.

Os componentes electrónicos do dispositivo são colocados sobre uma membrana flexível de poliéster elástico que permite adaptar-se aos movimentos do corpo. Por isso pode dobrar-se, enrugar-se e esticar. A capa intermédia da tatuagem inclui os componentes metálicos, semicondutores e isolantes necessários para os sensores.Esta tatuagem de alta tecnologia mistura electrónica e biologia e é denominada por Sistema Electrónico Epidérmico (EES). Para aplicá-la basta colocar sobre a zona desejada, deitar água para aderir à pele e retirar o papel que assegura que permaneça colada.

Segundo o grupo de investigação liderado pelo professor de engenharia da UI, John A. Rogers, os sinais obtidos pela tatuagem “coincidem surpreendentemente bem” com os resultados obtidos através da monitorização convencional.

Para além disso, a ideia de desenvolver dispositivos cómodos e pouco visíveis é não interferir na medição dos sinais vitais pois os resultados das pessoas que têm de andar com um aparelho para medi-los não são os mais fiáveis.

John A Rogers pretende converter este protótipo num produto comercial até 2013. Mais no futuro, aspira que este tipo de tatuagem temporária tenha outros usos para além da monitorização.

TECNOLOGIA AVANÇADA NO JAPÃO (AIST)


O Instituto Nacional de Ciência Industrial e Tecnologia Avançada do Japão (AIST) desenvolveu um dispositivo que utiliza lasers para projetar no ar imagens reais em três dimensões. O aparelho é capaz de mostrar formas usando luz branca.
A AIST desenvolveu o projetor com a cooperação da Universidade de Keio e a empresa Burton, de Kawasaki, no Japão. Até agora a projeção de imagens tridimensionais era artificial, utilizando ilusões de ótica para simular o efeito de profundidade.
O novo dispositivo, entretanto, cria imagens realmente em 3D ao utilizar um laser que, através de uma lente, indica pontos no espaço e cria emissões de plasma a partir do nitrogênio e oxigênio no ar no ponto de foco.
Durante uma demonstração, as lasers foram emitidos mais de cem vezes por segundo, formando imagens no ar a até 50 cm do aparelho. O calor da luz fez com que o ar se expandisse, produzindo estalos que pareciam pequenas explosões.
Por enquanto, o projetor só consegue mostrar imagens até três metros de distância. Os pesquisadores esperam desenvolver aparelhos capazes de mostrar imagens coloridas e mais distantes, que poderiam ser utilizadas com publicidade e pirotecnia.

iHolo Futuro Cellphone projecta Hologramas, Revolucionário


Parece interfaces futuristas os telemoveis estão na moda, esta semana, já que acabamos de encontrar o conceito iHolo, só depois de ver um protótipo muito interessante que envolveu também um sci-fi UI. Criado por Xie Kingyo, o celular iHolo invoca imagens holográficas para exibição de conteúdo e interação.

Touchscreen, infravermelho e Bluetooth também são apresentados eo dispositivo é capaz de projectar os seus menus em qualquer superfície plana e, provavelmente, com uma diagonal muito boa. iHolo suporta reprodução de vídeo HD, o ajuste dinâmico da tela e uma interface de usuário flexível. A experiência de jogo sobre este aparelho vai ser grande, como mostra a tela abaixo.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A única coisa é que eu não acho que a humanidade está pronta, é para controlar um dispositivo apenas movendo os dedos no ar fino e tocar os botões virtuais, mas quem sabe, talvez ele vai vir em mais práticos, como o tempo passa.Grande idéia!

 

Notcia X35 HOLO é um telemovel com uma câmera holográfica MP 22 (Vídeo)


Nada é impossível hoje em dia, especialmente depois de ver o frio Mozilla conceito de telefone Seabird, então aqui está um outro aparelho com especificações futurista. Criado por Nicholas Moffat, Notcia X35-HOLO é um telefone que vem com suporte de imagens holográficas, mapas holográficos e uma câmera de 22.

Ele tem uma bateria que irá proporcionar 90 horas de tempo de funcionamento, uma tela sensível ao toque, botões laterais programáveis pelo usuário e funções app multiplataforma. De navegação na web e e-mail também são suportados.

Tenha em mente que este é um protótipo do telefone, não um dispositivo real, então não há realmente nenhum ponto em perguntar sobre o preço … Pensamos que o X35 Notcia é um dispositivo muito legal, com um design slim, especialmente considerando o quão grande o sensor da câmera deveria ser.Aqui está um vídeo do aparelho:

Dessalinização da água através da nanotecnologia


 

 

 

Investigadores do MIT desenvolveram um dispositivo capaz de transformar pequenas quantidades de água salgada do mar em água potável. Esta nova solução de dessalinização da água pode ser uma ajuda preciosa em sítios de catástrofe ou locais remotos onde o acesso à água potável é limitado, como aconteceu recentemente no Havai.

Graças à nanotecnologia, este método agora desenvolvido é bastante mais simples e económico que os métodos de dessalinização habituais. O aparelho funciona através de um mecanismo conhecido como “polarização por concentração de iões” que acontece quando uma corrente de iões circula através de um nanocanal que vai selecionando os iões. Continue a ler Dessalinização da água através da nanotecnologia